domingo, 30 de junho de 2013

O Senhor te Abençoe, neste dia especial, dia da graça do Senhor...



O servo de Jesus, jamais perde a humildade...

Site da Comunidade Anunciadores 
Palavra do Nosso Pai fundador: Click:  projeto misericórdia nas famílias
Click AQUI »»»»»» http://www.atos2.net/capela-rccpe.htm

Nossa Novena Perpétua:

Novena da misericórdia: Em cada dia da novena, conduzirás ao Meu coração um grupo diferente de almas.

Meus amados, este é um desejo do coração misericordioso de Jesus, que eu entendi que devo lançar a todos aqueles que desejarem atendê-lo. É tempo de misericórdia! Como Projeto Misericórdia nas famílias, já faço esta novena perpetuamente, mas senti em meu coração que devo disponibilizá-la a quem desejar se unir a nós e aceitar o desafio de fazê-la de forma perpétua. A sua parte é só confiar!Lance-se no imenso mar da Misericórdia...Coloque suas intenções.

"Em cada dia da novena, conduzirás ao Meu coração um grupo diferente de almas, e as mergulharás no oceano da minha Misericórdia. Eu conduzirei todas as almas à casa do meu Pai... Por minha parte, nada negarei a nenhuma daquelas almas que tu conduzirás à fonte da minha Misericórdia. Cada dia pedirás a meu Pai, pela minha amarga Paixão, graças para essas almas."A Novena é rezada junto com o Terço da Divina misericórdia.  

Iniciemos nossa Novena invocando a Trindade Santa. 

( Rezamos o terço da misericórdia)
Ato de consagração a Divina Misericórdia 
Deus, Pai Misericordioso, que revelaste o Teu Amor no Teu Filho Jesus Cristo e o derramaste sobre nós, no Espírito Santo Consolador, confiamos-te hoje o destino do mundo e de cada homem. Inclina-te sobre nós, pecadores, cura a nossa debilidade, vence o mal,faz com que todos os habitantes da terra conheçam a Tua Misericórdia para que em Ti, Deus Une e Trino encontrem sempre a esperança. Pai eterno, pela dolorosa Paixão e Ressurreição do Teu Filho, tem misericórdia de nós e do mundo inteiro. Amém. Papa João Paulo II.
Vamos cantar?

sábado, 29 de junho de 2013

São Pedro viveu sua vocação e você? Já descobriu a sua?

São Pedro é considerado o primeiro papa da Igreja Católica, protetor dos pescadores e das viúvas. No Nordeste, a festa em sua homenagem é realizada no dia 29 de junho, encerrando os festejos juninos. Batizado com nome de Simão, ou Simeão, nasceu em um vilarejo pagão na Galileia e viveu como pescador na cidade de Carfanaum, até ser convocado por João Evangelista (São João) para fazer parte do grupo mais próximo de seguidores deJesus CristoSimão acabou tornando-se um dos apóstolos preferidos de Jesus, que admirava sua liderança firme. Por isso, deu-lhe o nome de Pedro (Petrus), que significa pedra, rocha. Conta-se que Pedro viveu muitos anos após a morte de Jesus Cristo e que dedicou sua vida à pregação das palavras de seu mestre por todo o Império Romano. Por esse motivo e também devido à sua proximidade com Cristo, ele é considerado fundador da Igreja Católica Romana e o primeiro papa. A Vocação dele é fazer o que Deus quer!!! A minha e a sua também! Onde quer que estejamos...
Site da Comunidade Anunciadores 
Palavra do Nosso Pai fundador: Click:  projeto misericórdia nas famílias
Click AQUI »»»»»» http://www.atos2.net/capela-rccpe.htm

Nossa Novena Perpétua:

Novena da misericórdia: Em cada dia da novena, conduzirás ao Meu coração um grupo diferente de almas.

Meus amados, este é um desejo do coração misericordioso de Jesus, que eu entendi que devo lançar a todos aqueles que desejarem atendê-lo. É tempo de misericórdia! Como Projeto Misericórdia nas famílias, já faço esta novena perpetuamente, mas senti em meu coração que devo disponibilizá-la a quem desejar se unir a nós e aceitar o desafio de fazê-la de forma perpétua. A sua parte é só confiar!Lance-se no imenso mar da Misericórdia...Coloque suas intenções.

"Em cada dia da novena, conduzirás ao Meu coração um grupo diferente de almas, e as mergulharás no oceano da minha Misericórdia. Eu conduzirei todas as almas à casa do meu Pai... Por minha parte, nada negarei a nenhuma daquelas almas que tu conduzirás à fonte da minha Misericórdia. Cada dia pedirás a meu Pai, pela minha amarga Paixão, graças para essas almas."A Novena é rezada junto com o Terço da Divina misericórdia.  

Iniciemos nossa Novena invocando a Trindade Santa. 

( Rezamos o terço da misericórdia)
Ato de consagração a Divina Misericórdia 
Deus, Pai Misericordioso, que revelaste o Teu Amor no Teu Filho Jesus Cristo e o derramaste sobre nós, no Espírito Santo Consolador, confiamos-te hoje o destino do mundo e de cada homem. Inclina-te sobre nós, pecadores, cura a nossa debilidade, vence o mal,faz com que todos os habitantes da terra conheçam a Tua Misericórdia para que em Ti, Deus Une e Trino encontrem sempre a esperança. Pai eterno, pela dolorosa Paixão e Ressurreição do Teu Filho, tem misericórdia de nós e do mundo inteiro. Amém. Papa João Paulo II.
Vamos cantar?

sexta-feira, 28 de junho de 2013

O miserável e a misericórdia


Padre Hamilton Nascimento
Foto: Wesley Almeida
Desejo que os sacerdotes anunciem essa minha grande misericórdia' Diário da Irmã Faustina nº 50:
Todos nós podemos ter uma experiencia pessoal e comunitária com esse Deus eterno e misericordioso.
Em S. João 8, 1-11 fala do encontro da misericórdia com a miserável. O Senhor hoje, fala a cada um de nós.
“Jesus foi para o Monte das Oliveiras. De madrugada, voltou ao templo, e todo o povo se reuniu ao redor dele. Sentando-se, começou a ensiná-los. Os escribas e os fariseus trouxeram uma mulher apanhada em adultério. Colocando-a no meio, disseram a Jesus: “Mestre, esta mulher foi flagrada cometendo adultério. 5.Moisés, na Lei, nos mandou apedrejar tais mulheres. E tu, que dizes?” Eles perguntavam isso para experimentá-lo e ter motivo para acusá-lo. Mas Jesus, inclinando-se, começou a escrever no chão, com o dedo. Como insistissem em perguntar, Jesus ergueu-se e disse: “Quem dentre vós não tiver pecado, atire a primeira pedra!” Inclinando-se de novo, continuou a escrever no chão. Ouvindo isso, foram saindo um por um, a começar pelos mais velhos. Jesus ficou sozinho com a mulher que estava no meio, em pé. Ele levantou-se e disse: “Mulher, onde estão eles? Ninguém te condenou?” Ela respondeu: “Ninguém, Senhor!” Jesus, então, lhe disse: “Eu também não te condeno. Vai, e de agora em diante não peques mais”.
Temos aqui uma situação extrema, muito difícil. Uma situação de morte. Temos uma pessoa condenada. E qualquer palavra do Senhor naquele momento poderia levá-la à morte ou à liberdade.
Os justos trouxeram a mulher, mas não estavam preocupados com ela, queriam pegar Jesus. E na lei de Moiśes, a mulher que adulterasse, merecia a morte. O destino daquela mulher era a morte.
Quantos no meio de nós talvez se encontrem em situações extremas, difíceis, se sentindo sem solução?
Aquela mulher estava para ser condenada, e era 'justo' segundo a lei de Moisés que ela fosse morta. Mas, entre a lei dos homens e a justiça, surgiu a misericórdia de Jesus.
Se ela tivesse conhecido Jesus antes, ela não estaria naquela vida. Ela não esperava por aquele encontro com o Senhor. Mas, para ela brilhou a misericórdia.
E no Diário nº 1448 diz assim: “Minha filha, ainda que a alma esteja em decomposição como um cadáver, e ainda que humanamente não haja possibilidade de restauração, e tudo já esteja perdido, Deus não vê as coisas dessa maneira.”

'Escancare o seu coração para receber a misericórdia de Jesus!'
Foto: Wesley Almeida

Obrigado Senhor, porque o Senhor não vê as coisas dessa maneira. Para mim pode até parecer tudo acabado, e eu até já me sinta condenado. Ainda que eu creia que já esteja tudo perdido, Deus não vê dessa maneira. Obrigado Senhor!
Não existe caso perdido para Deus, que na sua misericórdia não veio condenar, veio salvar!
Aquela mulher não tinha mais saída, mas Jesus entrou com a misericórdia e disse: 'Quem não tem pecado, atire a primeira pedra'.
Todos foram embora, por que todos são pecadores. Mas, todos são alvos da misericórdia de Deus.
O pecado e os erros, não têm a última palavra em nossas vidas.
Somos muito rápidos para julgar e lentos para acolher. Jesus está nos dizendo para não nos apressarmos em julgar. Na hora do nervosismo dá vontade de falar mil coisas... e Jesus nos pede calma.
Deus sempre tem uma palavra que liberta e ilumina. No desespero, não se precipite. Jesus nos ajuda a termos um pouco mais de paciência e acreditarmos que pelo poder da graça de Deus, as pessoas podem mudar.
“Diz às almas minha filha, que não impeçam a entrada da minha misericórdia em seus corações.” Diário 1577
Tanto o pecador como o justo, necessitam da minha misericórdia. A conversão e a perseverança são uma graça da minha misericórdia. Hoje é o dia de abrirmos o nosso coração à misericórdia, para o Senhor entrar e agir em nossas vidas.
O que levou aqueles fariseus a irem embora? Um coração duro. No coração duro Deus não pode agir, não tem espaço para sua misericórdia. E um coração duro é um coração orgulhoso, auto-suficiente. Nós não somos nada, precisamos de Deus, de Sua misericórdia.
Deus fez na vida daquela mulher, mas não pôde fazer na vida daqueles homens por causa do orgulho. O orgulho é o pecado próprio do demônio.
Sepulte o orgulho do seu coração e escancare o seu coração para a misericórdia!
Jesus não condena o pecador, e sim o pecado. E disse para aquela mulher: 'eu também não te condeno, vá...e não peques mais'.
Hoje pode começar o primeiro dia de uma vida nova em Cristo Jesus, basta de cada um de nós queira. Ele está disposto a derramar muitas graças.
Transcrição e adaptação: Nara Bessa

Padre Hamilton Nascimento 

Membro da Comunidade Canção Nova, ordenado dia 27 de dezembro de 2005.
Site da Comunidade Anunciadores 
Palavra do Nosso Pai fundador: Click:  projeto misericórdia nas famílias
Click AQUI »»»»»» http://www.atos2.net/capela-rccpe.htm

Nossa Novena Perpétua:

Novena da misericórdia: Em cada dia da novena, conduzirás ao Meu coração um grupo diferente de almas.

Meus amados, este é um desejo do coração misericordioso de Jesus, que eu entendi que devo lançar a todos aqueles que desejarem atendê-lo. É tempo de misericórdia! Como Projeto Misericórdia nas famílias, já faço esta novena perpetuamente, mas senti em meu coração que devo disponibilizá-la a quem desejar se unir a nós e aceitar o desafio de fazê-la de forma perpétua. A sua parte é só confiar!Lance-se no imenso mar da Misericórdia...Coloque suas intenções.

"Em cada dia da novena, conduzirás ao Meu coração um grupo diferente de almas, e as mergulharás no oceano da minha Misericórdia. Eu conduzirei todas as almas à casa do meu Pai... Por minha parte, nada negarei a nenhuma daquelas almas que tu conduzirás à fonte da minha Misericórdia. Cada dia pedirás a meu Pai, pela minha amarga Paixão, graças para essas almas."A Novena é rezada junto com o Terço da Divina misericórdia.  

Iniciemos nossa Novena invocando a Trindade Santa. 

( Rezamos o terço da misericórdia)
Ato de consagração a Divina Misericórdia 
Deus, Pai Misericordioso, que revelaste o Teu Amor no Teu Filho Jesus Cristo e o derramaste sobre nós, no Espírito Santo Consolador, confiamos-te hoje o destino do mundo e de cada homem. Inclina-te sobre nós, pecadores, cura a nossa debilidade, vence o mal,faz com que todos os habitantes da terra conheçam a Tua Misericórdia para que em Ti, Deus Une e Trino encontrem sempre a esperança. Pai eterno, pela dolorosa Paixão e Ressurreição do Teu Filho, tem misericórdia de nós e do mundo inteiro. Amém. Papa João Paulo II.
Vamos cantar?

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Você conhece o terço da Misericórdia meditado?

Assista e reze também!!!!
A Palavra meditada, hoje, está em Provérbios 15,1-4:
"Resposta calma aplaca a ira; palavra mordaz atiça a cólera. A língua dos sábios faz saborear o conhecimento, mas a boca dos insensatos vomita ignorância. Em todo lugar os olhos de Javé estão vigiando os maus e os bons. Palavra reconfortante é árvore de vida; língua perversa fere o coração."
"Se você jogar fora as armas da maldade e começar a usar as armas do amor, vai poder contar sempre com Deus", afirma Márcio.
Foto: Wesley Almeida/Arquivo Fotos CN
Uma resposta calma aplaca a ira. Quando uma pessoa está nervosa ou irritada e vem ao seu encontro com "oito pedras na mão", uma resposta calma tirará dela o furor e a vontade de brigar. A resposta serena e suave desmanchará a discórdia. Porém, o contrário também é verdadeiro. Uma palavra dura atiça a cólera. Se alguém, que está com muita raiva, vem até você com palavras duras, e, mesmo com razão, você retribui com o mesmo tom, você atiça o furor no coração dela e o prejuízo poderá atingir vocês dois e até pessoas que você ama. Tudo por causa de uma palavra de ira e discórdia.
Qual é o caminho para nós que temos o Espírito Santo dentro do coração? Uma resposta calma, verdadeira e cheia de doçura ou uma resposta dura e cruel? 
Temos de aprender a conversar, falar as palavras certas que acalmam o coração. Saber conversar não é só falar, mas também saber não dizer a palavra errada na hora da raiva. 
A conversa abre o coração para o amor e para a compreensão. O diálogo tem o poder de curar as feridas interiores e dá a chance de todos se entenderem.
Deus dialoga conosco por meio de Jesus. Essa verdade maravilhosa nos faz entender que o verdadeiro diálogo acontece quando colocamos o Senhor no meio. Por isso, quando formos conversar com uma outra pessoa, devemos usar palavras de amor, de verdade e misericórdia.

Quando uma conversa for difícil, reze pela pessoa, peça a Deus sabedoria, discernimento para dizer as palavras certas, e coragem, porque dizer a verdade ao outro que o agrediu não é fácil, mas não precisa de agressão. 
Se você quer fazer o certo, o bem, se não quer perder alegria do coração e a paz da alma, você deve cuidar para não ficar irritado. Seja, por qualquer motivo, não abra seu coração para raiva, porque, depois que ela entrar em seu coração, você não consegue tirá-la de jeito nenhum. O quanto você puder evitar esses descontroles emocionais, melhor será. Até para evitar que você tenha problemas de saúde. 
Veja o que diz a Palavra: “Palavra reconfortante é árvore de vida; língua perversa fere o coração. Tem pessoas que demoram a descobrir que as palavras de paz são fontes de vida. Muitas só aprendem a conter a raiva quando ficam doentes ou quase morrem. 
O mal não deve entrar na sua vida. A primeira coisa que você deve fazer para vencer os sentimentos ruins na hora da raiva é desviar a sua atenção e se calar. Quando um não quer, dois não brigam. No momento que você estiver nervoso, fique quieto e pense em outra coisa. A segunda coisa a fazer é recorrer a Deus, porque a Ele pertence o poder de manter o seu coração em paz. 
Se, por uma distração, a raiva entrar em seu coração, você deve se esforçar para se acalmar e, depois, com toda humildade, ter gestos e palavras de mansidão para se reconciliar com a outra pessoa.
Quando não há reconciliação, o terreno fica propício para o maligno semear a discórdia, Por isso, nós temos de agir como diz a Palavra: “A língua dos sábios faz saborear o conhecimento, mas a boca dos insensatos vomita ignorância”. Precisamos aprender com Jesus a vencer o mal com o bem. 
Quando você trata alguém que o magoou com amor e ternura, você está fazendo o bem diante do mal. O amor leva o outro à conversão. 
Deus pede para sermos bons. Vamos começar pelas palavras que acalmam. Nada edifica tanto do que tratar o outro com bondade e amor. E, se nós fizermos isso, não vamos entristecer o Espírito Santo. E se Ele estiver alegre em nós, nossa alegria não vai ter fim.
“Em todo lugar os olhos de Javé estão vigiando os maus e os bons.” O Senhor vê todas as coisas. Se você jogar fora as armas da maldade e começar a usar as armas do amor, vai poder contar sempre com Deus e vai experimentar a árvore da vida. Comece pelas palavras que acalmam.

“Dá-nos a graça de viver essa Palavra, Senhor. A Sua Palavra é árvore de vida, acalma o coração e aplaca a nossa raiva. Dá-nos a certeza de que o Senhor não deixa de olhar para nós e que em tudo nos amparas. Bendito seja, ó Deus.”
Márcio Mendes
Membro da Comunidade Canção Nova
Transcrição e adaptação: Débora Ferreira
Vamos cantar?

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Curar o coração machucado: A mágoa distorce nossos objetivos de vida

O perdão é uma decisão pessoal que beneficia, em primeiro lugar, quem toma a iniciativa. O perdão é muito mais para mim do que para a pessoa que me ofendeu. Por isso, depende mais de mim do que dos outros.
Perdoar é recuperar o poder sobre si mesmo. A mágoa me coloca na mão do outro; o perdão me devolve a autonomia sobre minha própria história. 
Perdoar é assumir o presente. Viver nele. Mergulhar nele. Perdoar é não sofrer por aquilo que não posso mudar ou resolver. Não podemos mudar o passado. Nunca! 
Perdoar é concentrar suas atenções sobre as coisas boas da vida. Se algo ou alguém estragou o meu passado, não permitirei que estrague também o meu futuro. Perdoar é começar a valorizar as bênçãos de Deus, as coisas boas. É sair do vício de ver sempre as mesmas coisas, do mesmo jeito.
Perdoar é tomar a decisão de começar uma vida nova. O que fazer para sofrer menos? Isso exige buscar em primeiro lugar o reino de Deus. É decidir-se pela primazia do reino, e não do encardido. É optar pelo bem. Divulgá-lo. É aprender a sintonizar-se no bem.
“Abençoai os que vos maldizem e orai pelos que vos injuriam” (Lc 6,28). “Amai vossos inimigos, fazei bem aos que vos odeiam, orai pelos que vos maltratam e perseguem. Deste modo sereis os filhos de vosso Pai do Céu, pois Ele faz nascer o sol tanto sobre os maus como sobre os bons, e faz chover sobre os justos e sobre os injustos” (Mt 5,44-45). Você não pode mudar um acontecimento do passado, mas pode mudar a maneira de falar sobre ele. Com Jesus é possível achar um ponto de vista mais positivo e esperançoso.
Recorde seus grandes objetivos de vida. A mágoa distorce os objetivos. Esquecemos as grandes e permanentes verdades e nos guiamos por momentos. Qual é mesmo a minha grande meta? Vocação!
A vida sempre segue adiante. Não pára. Devemos aprender a concentrar nossas atenções sobre as coisas boas da vida. Se já se estragou o passado, não permita que se estraguem o presente e o futuro. Não devemos sofrer por aquilo que não podemos mudar. Não podemos mudar o passado.
Ao machucar uma pessoa, você se torna inferior a ela; ao se vingar, você se iguala; só é superior quem aprende a perdoar. A mágoa foi o jeito que o encardido encontrou para permanecer conosco todos os dias, até os confins dos tempos. Padre Léo, scj 
Site da Comunidade Anunciadores 
Palavra do Nosso Pai fundador: Click:  projeto misericórdia nas famílias
Click AQUI »»»»»» http://www.atos2.net/capela-rccpe.htm

Nossa Novena Perpétua:

Novena da misericórdia: Em cada dia da novena, conduzirás ao Meu coração um grupo diferente de almas.

Meus amados, este é um desejo do coração misericordioso de Jesus, que eu entendi que devo lançar a todos aqueles que desejarem atendê-lo. É tempo de misericórdia! Como Projeto Misericórdia nas famílias, já faço esta novena perpetuamente, mas senti em meu coração que devo disponibilizá-la a quem desejar se unir a nós e aceitar o desafio de fazê-la de forma perpétua. A sua parte é só confiar!Lance-se no imenso mar da Misericórdia...Coloque suas intenções.

"Em cada dia da novena, conduzirás ao Meu coração um grupo diferente de almas, e as mergulharás no oceano da minha Misericórdia. Eu conduzirei todas as almas à casa do meu Pai... Por minha parte, nada negarei a nenhuma daquelas almas que tu conduzirás à fonte da minha Misericórdia. Cada dia pedirás a meu Pai, pela minha amarga Paixão, graças para essas almas."A Novena é rezada junto com o Terço da Divina misericórdia.  

Iniciemos nossa Novena invocando a Trindade Santa. 

( Rezamos o terço da misericórdia)
Ato de consagração a Divina Misericórdia 
Deus, Pai Misericordioso, que revelaste o Teu Amor no Teu Filho Jesus Cristo e o derramaste sobre nós, no Espírito Santo Consolador, confiamos-te hoje o destino do mundo e de cada homem. Inclina-te sobre nós, pecadores, cura a nossa debilidade, vence o mal,faz com que todos os habitantes da terra conheçam a Tua Misericórdia para que em Ti, Deus Une e Trino encontrem sempre a esperança. Pai eterno, pela dolorosa Paixão e Ressurreição do Teu Filho, tem misericórdia de nós e do mundo inteiro. Amém. Papa João Paulo II.
Vamos cantar?